08 fevereiro 2015

Mr. Mysterious


      Sentava-se à minha frente durante as intermináveis aulas de sexta feira (no 10º ano). Sereno e impassível, ouvia atentamente cada palavra e cada chamada de atenção da professora. Nessa altura, tinha reparado nos seus loiros cabelos encaracolados que resplandeciam a qualquer momento. Reparara também na sua personalidade discreta e misteriosa mas, nada mais para além disso, pois o meu coração pertencia a outro rapaz que, por casualidade, também tinha cabelo loiro.
Até agora, nunca tive uma única conversa que excedesse uma dúzia de palavras com o Sr. Misterioso, nunca trocamos ideias, nunca afaguei os seus brilhantes cabelos. 
       Há uns meses para cá, tenho-me sentido perdida pois não sei como me comunicar com ele, não sei como dizer que cada vez que reparo nos seus olhos postos sobre mim, o meu coração acelera com uma grande vontade de sair do meu peito, um leve tremor apodera-se do meu corpo, o meu estômago retorce-se e a minha nuca arrepia-se como se estivesse prestes a desmaiar. 
        Não é tão fácil como parece, não é fácil dirigir-me a ele e desabafar tudo o que lhe tenho a dizer. Ele é diferente, não é espevitado, não é sociável, muito simpático sim, mas diferente. Viaja muito, conhece muitas pessoas estrangeiras e pelo que ouvi dizer, já "esteve" com raparigas de fora. O que serei eu para ele? Uma rapariga que tira boas notas e fica super nervosa nas aulas? Uma rapariga super sensível, a quem já viu várias vezes as lágrimas a escorrerem-lhe pelo rosto? Uma rapariga que tenta passar uma imagem de forte, mas que na realidade não o é? Uma rapariga que nem sabe como falar com ele? 
      Este é um daqueles medos, com o qual eu não consigo nem sei como arriscar. De todas as vezes (duas no máximo) que me declarei a um rapaz o resultado nunca foi o esperado, nunca foi o típico "felizes para sempre" ( tinham sempre mais de 4 anos de diferença de mim).
       Gostava de senti-lo perto de mim, sentir os seus braços a envolver-me, o seu rosto a tocar no meu, os seus lábios carnudos e finos beijarem-me, o som da sua voz a sussurrar-me ao ouvido e o toque das suas mãos.
       Gostava muito...

19 comentários:

  1. Lindo! Tens talento :)
    Tens uma tag no meu blog

    ResponderEliminar
  2. E porque não arriscar? Quem sabe não te surpreendes!!

    ResponderEliminar
  3. Arrisco-me a dizer que estás apaixonada minha querida! Percebo o teu medo de arriscar, mas tenta ultrapassá-lo! Nem que comeces só a falar mais por redes sociais ou algo assim, depois até pode ser que seja mais fácil para ti encará-lo :) Boa sorte!

    ResponderEliminar
  4. Vai-te a ele. Pensa que o não está sempre garantido, nada perdes. Força e coragem*

    ResponderEliminar
  5. Não desconfia se falares com ele algo relacionada com a escola, ou caso organizem um almoço ou jantar de turma! Mas não tenhas medo de arriscar! Sempre que tenhas oportunidade de falar com ele ou arranjar pretexto para o fazer fala :) nada de desesperos como é óbvio xD mas fala e vais ver que tudo vai correr bem :)

    ResponderEliminar
  6. Quem não arrisca, não petisca! Go for it!! :D
    E se te partir o coração lembra-te: "you have to keep breaking your heart until it opens." :)

    r. muito obrigado! Se for a fotografia do gelado, ele estava mesmo bom! :D

    http://the3rdfrom96.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Até eu fiquei com vontade de conhecer o Mr. Mysterious depois de ler este texto ahahahah Está mesmo muito bonito. Quanto ao teu "problema" não sei bem o que dizer, tenta arranjar um pretexto para falar com ele, idk. Boa sorte!!!

    R: I know, I know, também fiquei com uma vontade enorme de comer chocolate xD

    ResponderEliminar
  8. Ai ai..xD
    R: Nao, porque como foi a maioria que escolheu, arrastaram os outros, são turmas inteiras (aqui somos quase 20 xD) nas opcionais. r2: Oh que treta! Está bem, depois quando vires diz :)

    ResponderEliminar
  9. R: Há um número mínimo para abrirem uma opcional, são 9 ou 10...E nós como somos poucos...E tu vai lá falar com o rapaz! Facebook...?

    ResponderEliminar
  10. Temos sempre o não como garantido, por isso força e arrisca.
    r: Vou fazer um post sobre isso mas foi muiito bom!

    ResponderEliminar
  11. Óhh, que lindo J. :)) Agora é concretizar esse "gostar" :p

    r: já fui nomeada para essa tag, obrigada querida :)) hei de responder o quanto antes no meu blog!

    ResponderEliminar
  12. O texto está fantástico. Nunca nada é garantido mas se nunca arriscarmos nunca saberemos, espero que ganhes coragem e enfrentes esse medo.
    bjs

    ResponderEliminar
  13. r: obrigada querida :) espero mesmo que gostem.

    Acho que tens que arranjar aquela coragem'zinha interior para lhe falares...tenta arranjar um pretexto qualquer, uma dúvida, qualquer coisa; mas por favor, tenta sempre. não perdes nada :)

    xoxo* - mafs: alittleguess7.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. coragem !

    r: só trás benefícios ihih

    boa semana*

    ResponderEliminar
  15. Ooooh, era tão bom que isso acontecesse! Pode ser que o destino decida juntar-vos um dia destes :)

    ResponderEliminar
  16. No futuro, só nos arrependemos daquilo que ficou por fazer! E também nos apercebemos que ter vergonha do que sentimos e daquilo que queremos, é parvo e não tem utilidade nenhuma! ;)

    ResponderEliminar